sexta-feira, 2 de maio de 2014

Como as cores influenciam seu dia-a-dia


Tratamento alternativo e decoração interferem nas reações das pessoas



No mês de abril é comemorado o Dia Mundial da Saúde. Em paralelo aos avanço tecnológicos da medicina, cresce dia a dia a procura por tratamentos alternativos como a cromoterapia.

O que poucos sabem é que uma escolha harmoniosa das cores na decoração de casa pode aumentar seu bem-estar.

A cromoterapia é a ciência que estuda as cores e aplica terapeuticamente suas características. Ela trata e equilibra o organismo, tanto nas desordens físicas, como emocionais. Cada cor do espectro de luz tem uma frequência, que vai desde o vermelho até o violeta. Para a acupunturista e cromoterapeuta Sabrina Gonsalvez, “é um tratamento eficaz, indolor, que pode facilmente ser feito em casa e é indicado para crianças, adultos e idosos.”

De acordo com Sabrina, “pintar as paredes de uma casa, com a ajuda dos conhecimentos da cromoterapia, certamente causará um benefício à saúde dos moradores e pode acelerar o processo de harmonização”.

Já o naturólogo e cromoterapeuta Guilherme Peniche afirma que “a escolha da cor de cada ambiente deve ser pensada, na verdade, não somente na estética, mas sim no seu lado funcional. Um quarto de criança em cor quente vai estimulá-la e dificilmente essa criança terá um sono reparador e tranquilo. Já um quarto de casal pode muito bem ter cores quentes”, diz.

Para entender melhor como funciona ao cromoterapia, Guilherme explica como o corpo reage às cores. “As células de nosso corpo, incluindo as células da pele (maior órgão sensorial que possuímos), são fotossensíveis. Eles reagem e captam as vibrações das cores.

Por exemplo, o corpo acorda melhor se dormimos com as cortinas abertas, porque a luz da manhã, captada pela pele, manda a informação pelos neurônios.

E, ao chegar ao cérebro, ela dispara uma tempestade de neurotransmissores, avisando que é hora de acordar.”

A força da cromoterapia não passou despercebida pela indústria de tintas. 

Para Angela Chapper, gerente de Marketing da Futura Tintas, de Guarulhos (SP), “sempre fazemos um estudo profundo quando desenvolvemos uma nova tonalidade de tinta, levando em conta as sensações que irá gerar em cada pessoa e em cada ambiente.”

Veja as funções terapêuticas de cada cor e aonde usá-las, em levantamento sobre cromoterapia feito pela Futura Tintas.

As cores frias (violeta, índigo e azul) têm um comprimento de onda longo, ou seja, têm a tendência de relaxar o corpo e diminuir a velocidade do nosso sistema nervoso.

Já as cores quentes (vermelho, laranja e amarelo), têm o comprimento de onda mais curto, por isso, tendem a despertar o organismo.

O verde e suas tonalidades são neutros e ajudam no equilíbrio. Seu comprimento de onda é médio.


Vermelho e rosa: atua no sistema circulatório. Acelera o fluxo de sangue. É uma cor quente, relacionada com amor, paixão e alegria. É utilizada para aumentar a vitalidade.


Laranja: é uma cor energética que representa alegria e felicidade, dá a sensação de bem estar, aumenta a autoestima e a força de vontade. Aumenta o apetite e ajuda a combater a anemia. É indicada, também, para tratar descontentamentos, depressão e pessimismo.


Amarelo: é uma cor clara e alegre. Auxilia a coragem, a sabedoria e o intelecto. Melhora o raciocínio, o aprendizado, a criatividade e a concentração. Promove a digestão, fortalece nervos e glândulas endócrinas. O amarelo ajuda a limpar as impurezas do sistema linfático e a dá energia para as funções intestinais.


Verde: é uma cor neutra, sedativa e relaxante. Quando a pessoa está estressada, o verde traz equilíbrio emocional. Promove as faculdades intelectuais, estimula o sistema imunológico e o crescimento. É uma excelente cor para hospitais e consultórios médicos, por ser harmonizadora.


Azul: limpa, profunda e relaxante, é a cor da paz e do infinito. Acalma a dor, estimula a criatividade, harmoniza o intelecto e os sentimentos. Auxilia a intuição e favorece a meditação. É aconselhável colocar uma lâmpada azul no quarto de crianças agitadas e inquietas. Para os adultos, ajuda contra a insônia e a ansiedade.

Índigo: a cor atua exclusivamente sobre o sangue e a corrente sanguínea. É usada sobre ferimentos com sangue, em artérias, veias e vasos.


Lilás: promove o alerta e a conscientização. É a cor das energias cósmicas e da inspiração. Harmoniza todos os órgãos do corpo. É um excelente cauterizador e higienizador de feridas internas e externas.

Enviado por : Carolina Huggeneyer

Nenhum comentário:

Postar um comentário